5° domingo da Páscoa

Por Ir. Ana Lúcia Alencar, NJ*

videira-ramos

1ª Leitura: At 9,26-31

O autor do livro dos Atos narra a volta de Paulo para Jerusalém após sua conversão, as dificuldades enfrentadas por ele para ser aceito na comunidade cristã. Temos nesse trecho um retrato da comunidade com suas dificuldades e tensões do início em relação a pessoa de Paulo e a intervenção de Barnabé para sua aceitação. Finalizando com um resumo otimista da situação da igreja que crescia não só numericamente como espiritualmente.

2ª Leitura: I Jo 3,18-24

Temos nesse trecho o critério para saber se estamos na verdade, se somos de Deus e se o amor de Deus está em nós. Guardar os mandamentos é o critério essencial, mas, guardar os mandamentos quer dizer viver o Amor é dar sua vida como Cristo o fez, é na vida assumir a vida dele e assim permanecer no seu Amor.

Evangelho Jo 15,1-8

No Antigo Testamento se usa a imagem da vinha para se falar do povo de Israel. Aqui o evangelista João usa a imagem da videira e dos ramos para falar da relação existente  entre Jesus e os cristãos. O critério para saber se há comunhão entre os cristãos e Cristo são os frutos. Permanecer em Cristo, ou seja, está ligado a Ele, firmemente ancorado em suas palavras. Há assim uma perfeita harmonia entre o agricultor que é o Pai, a videira que é Jesus e os ramos que são os cristãos.

Pistas de reflexão

Nesse tempo pascal as leituras nos apresentam o início da comunidade cristã com suas dificuldades, as incompreensões e perseguições sofridas pelo apóstolo Paulo no começo de sua caminhada. No entanto o apóstolo permaneceu alicerçado em Cristo e produziu muitos frutos para o Reino de Deus mostrando para aqueles que duvidavam da autenticidade de sua conversão que ele guardava o mandamento do Amor e assim Deus o fortalecia e a igreja crescia em número e graça.  E nós hoje permanecemos em Cristo, vivemos o Amor? Amar é uma opção cotidiana de compromisso para com o outro. Amamos não só com palavras, mas com ações e de verdade? Assumimos como Paulo nossa fé e vamos até as últimas conseqüências por essa opção por Cristo apesar de todas as dificuldades construindo dessa forma a Igreja?!

 

*Membro do Instituto Religioso Nova Jerusalém. Graduada em Teologia e Especialista em Bíblia pela F.C.F. – Fortaleza – CE

 

 

Onde Estamos. Veja mais