Warning: Creating default object from empty value in /home/irnov372/public_html/wp-content/plugins/cleaner-gallery/cleaner-gallery.php on line 84
» BÍBLIA: LIVRO DO AMOR DE DEUS

BÍBLIA: LIVRO DO AMOR DE DEUS

Por Francisco Gleison Oliveira*

biblia1

A Bíblia é um livro inspirado por Deus. Mas escrito por homens. Antes de ser escrita, foi vivida. E por esta razão está ligada diretamente a nossa realidade, uma vez que ao lê-la recordamos a fé, as lutas e alegrias de um povo, que escolhido por Deus, enfrentou muitos sofrimentos e infidelidades. Logo, é hoje para cada um de nós luz que ilumina os nossos caminhos (Cf. Sl 119,105).

Assim, o que diz nas Sagradas Escrituras deve interferir diretamente na nossa vida. Pois ela nos ajuda a melhor compreender a vontade de Deus e a vivenciar a nossa fé de forma madura, discernindo quais atitudes devemos tomar em relação a nossa realidade vocacional, familiar, pastoral, missionária, etc. Dessa forma podemos nos questionar: o que na Bíblia está em consonância com minha vida presente? Que desafios o povo daquele tempo enfrentava e que atualmente me ajuda a melhor compreender e superar os entraves da minha fé? Quais exemplos posso encontrar e que me inspiram a assumir convictamente o chamado de Deus em minha vida? A propósito, como Ele se revelava aquele povo e como se revela hoje a cada um de nós? Deus nos fala e quer uma resposta. Ouvidos atentos ao seu clamor.

Para entender as Sagradas Escrituras e tornar o nosso coração fértil para que as suas sementes germinem em nosso interior e se manifeste em nossas boas atitudes se faz necessário lê-la não com a razão, mas com sentimento, com a emoção de quem está aberto a acolher humildemente os valores essenciais de sua Boa Nova e encontrar em Deus, não um milagreiro, um genérico imediato para nossas dores… mas, um Pai amoroso, que exige de seus filhos simplesmente um coração dócio para amar. A Bíblia é o livro da manifestação de amor deste Pai pela humanidade.

Entretanto, não basta ouvir, é preciso anunciar! A Bíblia é também o livro do discípulo que ‘parte’ em missão, que aderindo ao projeto do Mestre, abdicando dos seus bens, vaidades, temores… anuncia sem cessar a alegria do Reino. Sem esquecer de carregar a sua cruz, como símbolo, não de sofrimento, mas da vitória de Cristo sobre a morte e o pecado e do resplendor de sua glória. A cruz é o centro de nossa espiritualidade, a confirmação de nossa fé e a certeza de que Ele permanecerá sempre conosco.

Em oração, de joelhos sobre o chão, rogamos o Espírito Santo que nos auxilie a aprofundar sempre mais a Palavra de Deus e a nos iluminar em nosso itinerário de seguimento ao mestre. Partilhemos, pois como nossos irmãos, estudando e meditando nos círculos bíblicos, comunidades, paróquias, em família… Certamente, nesta dinâmica da vida, no contato com os irmãos, ela se tornará atualizada e muito falará aos nossos problemas, nos iluminando na busca por soluções edificantes.

Enfim, que Deus nos acompanhe nesta caminhada e nos ensine a viver os seus desígnios, que estão fundamentados sobre a égide do seu amor, e que devem ser postos em prática no serviço aos irmãos, sobretudo os prediletos de Deus, os pobres, que com sua humildade, simplicidade e acima de tudo sofrimento, atualizam diariamente a palavra de Deus. É hora de retirá-los da Cruz! A Bíblia é o livro da liberdade, igualdade e justiça!

* Postulante dos Sagrados Corações, graduado em Filosofia pela Universidade Estadual Vale do Acaraú – UVA e graduando em Teologia pela Faculdade Jesuíta de Filosofia e Teologia – FAJE.

Onde Estamos. Veja mais