Warning: Creating default object from empty value in /home/irnov372/public_html/wp-content/plugins/cleaner-gallery/cleaner-gallery.php on line 84
» Por que Jesus se diz “o Bom Pastor”?
Instituto Religioso Nova Jerusalém > Artigos > Por que Jesus se diz “o Bom Pastor”?

Por que Jesus se diz “o Bom Pastor”?

Por Ir. Jackson C. Silva, INJ*

cristopastor

A figura do pastor é muito comum na cultura do povo de Israel. Ele é aquele que alimenta, protege e cuida das feridas dos animais domésticos, sobretudo ovelhas. Pela voz, as ovelhas conhecem e obedecem a seu pastor.

O evangelista João situado em um contexto judaico já parece trazer consigo em seu discurso (Jo 10,1-18) as imagens do Pastor presentes no Antigo Testamento. De um lado, os reis de Israel são tido como pastores que deveriam cuidar do rebanho (povo) de Deus. Entretanto, eles não apascentam seu rebanho, mas a si mesmos: não curam suas feridas, não reconduz a ovelha desgarrada, não restaura o vigor nem cura as feridas daquela abatida e elas acabam se dispersando (Ez 34,3-5). Como Deus não deixa seu povo, Ele mesmo acaba sendo o verdadeiro pastor que vai cuidar com muito amor de suas ovelhas (Ez 34,11-31).

Nesse sentido, Jesus aponta para a realização dessa promessa e se identifica com esse Verdadeiro Pastor. É claro que evocando a imagem do Bom Pastor e as ovelhas em oposição ao lobo e ao mercenário/assalariado, ele procura exortar com imagens corriqueiras as autoridades judaicas (pastores de Israel) da época. Fariseus, escribas e doutores da lei não devem ser assalariados/mercenários que só pensam em si e esquecem daqueles pelos quais são responsáveis. Eles precisam enxergar como anda a condução de suas ovelhas tendo como modelo o “Pastor por Excelência”. Devem conduzi-las à porta do redil e protegê-las dos perigos dos adversários tido como “lobos”.

Sendo o “Bom Pastor” Jesus dá a vida pelas suas ovelhas (Jo 10,11b.14.17), ou seja, Ele se arrisca expondo ao perigo para proteger e salvar suas ovelhas uma vez que é responsável e se importa com elas. Também Ele conhece suas ovelhas assim como elas o conhecem (Jo 10,14), pois escutam e obedecem sua voz seguindo-o. Na mentalidade do povo de Jesus esse conhecimento aponta para um vínculo pessoal que culmina numa união de amor: não se cuida e não se obedece por obrigação, mas por verdadeiro amor!

Portanto, a exemplo do Bom Pastor, os líderes devem dar sua vida pelo seu rebanho. “Conhecer as ovelhas”, mais que um mergulho na intimidade do outro ou ter posse dele, é compartilhar sua vida com ele, ajudando a potencializar suas qualidades e cuidar de suas fraquezas e de suas feridas. Com isso, haverá continuidade na missão de Jesus para que se deem muitos frutos.

Referências

BÍBLIA DE JERUSALÉM. 3ed. São Paulo: Paulus, 2004

BROWN, Raymond E. El Evangelio según Juan – I-XII. Madrid: Ediciones Cristiandad, 1999

KONINGS, Johan – Evangelho segundo João. São Paulo: Loyola, 2005

LÉON-DUFOUR, Xavier ­– Leitura do Evangelho segundo João II. Belo Horizonte: Loyola, 1996

SCHNACKENBURG, Rudolf. El Evangelio según San Juan: version y comentario. Tomo Segundo. Barcelona: Editorial Herder, 1980

 

* Membro do Instituto Religioso Nova Jerusalém. Licenciado em Física pela UFC e em Filosofia pela UECE. Graduando em Teologia na FAJE-BH e pós-graduado em Formadores para Vida Religiosa no ISTA-BH. Contato:irjackson.nj@gmail.com

Onde Estamos. Veja mais